21 fevereiro 2011

Quebrando as restrições impostas ao mercado de Farmácia

Se você já leu "A Meta", de Goldratt, Aliyahu M.  & Cox, Geff, você pode lembrar a parte onde as pessoas entendem de que precisam olhar para a próxima etapa, a restrição no mercado. Em "A Meta" as pessoas vão visitar seus clientes, obter uma visão melhor de como eles trabalham e pensam. Voltam para suas Empresas e estudam como melhorar seu produto.
No caso das Farmácias e Drogarias no Brasil, a restrição de mercado imposta pelas Normativas ANVISA é crescente e constante.  Essa perspectiva restritiva também nos oferece muitas oportunidades de crescimento.  Apesar de todas as restrições, a empresa focada na melhoria, continua a crescer.  Sua carteira de clientes aumenta e seus produtos são reconhecidos como de alta qualidade e bem adaptados às necessidades dos usuários.
As Farmácias que não se adaptam as restrições ficam vulneráveis! Tendem a entrar na briga com a concorrência, baseando-se no menor preço. Estas Empresas precisam criar novas identidades, através de linhas de produtos que permitam efetivamente usar a informação e a publicidade como apoio, aumentando o fluxo de clientes (usuários finais) em suas lojas.  As Empresas que o fazem tem se expandido.  Elas agora têm facilidade para melhor servir os clientes em suas lojas.  Este foco no cliente leva a renovação e ao sucesso. 
O Empresário da Farmácia moderna, com visão de futuro, vê nas normativas um dos pilares que sustentam seu sucesso. 
O conhecimento e uso correto das Leis e Normas Sanitárias (ANVISA) e Éticas (CFF) são as melhores ferramentas de trabalho que o Empresário da Saúde tem para posicionar bem seu negócio.

Por Luís Fernando Brum (Coach Brum Consulting)

A Brum Consulting tem em seu portifólio de serviços treinamentos e cursos que auxiliam os Empresários, Farmacêuticos ou não, para esta compreensão de mercado. Confira aqui.