08 abril 2011

Alimento com sibutramina e outros produtos são interditados pela ANVISA

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou, nesta quinta-feira (7/4), no Diário Oficial da União, a interdição cautelar e a suspensão, em todo o país, de produtos que apresentaram resultados insatisfatórios em análises feitas por laboratórios oficiais.

Os produtos Quitosana e Quitosana e Associações, das marcas Algas Regi, Sliminus e Fibratto, fabricados pela empresa Ledal Química do Brasil Ltda, de Goiânia-GO, foram suspensos por apresentar Sibutramina em sua composição. A substância, utilizada para o tratamento da obesidade em medicamentos controlados, não é permitida na produção de alimentos.


O lote 08064467 do medicamento Fenocris 4%, 40 mg/ml, fabricado em 06/2008 e válido até 06/2011, da empresa Cristália Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda., também foi interditado por apresentar desvios de qualidade.

A Anvisa interditou, ainda, o lote 260508068 do produto Condicionador Verão Tropical- Vital Vida, da marca Kanechom, produzido pela empresa SNC Indústria e Comércio Ltda., localizada em Belo Horizonte (MG), por apresentar resultado insatisfatório no ensaio de determinação de contagem de mesófilos.

A interdição cautelar vale pelo período de 90 dias após a data de publicação no Diário Oficial da União. Durante esse tempo o produto interditado não deve ser consumido e nem comercializado. Já a suspensão é definitiva e tem validade imediata após divulgação da medida no Diário Oficial. As pessoas que já tiverem adquirido algum produto dos lotes suspensos devem interromper o uso.