25 maio 2011

Anvisa lança publicação e discute papel estratégico da saúde

O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Dirceu Barbano, e o presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, Mauro Lemos, apresentaram a empresas e profissionais de saúde, nesta terça-feira (24/5), o Compêndio da Legislação Sanitária de Dispositivos Médicos. O lançamento da publicação ocorreu durante a Feira Hospitalar 2011, em São Paulo (SP). 


A publicação, que reúne toda a regulamentação sanitária para o setor de dispositivos médicos, hospitalares e odontológicos, a fim de facilitar o acesso e a compreensão das empresas sobre as normas, é resultado de um acordo de cooperação entre as duas instituições e o Sebrae. 




Na ocasião, também foi assinado o Regimento Interno do Acordo de Cooperação entre as instituições, firmado em 2010, com o objetivo de fortalecer atividades ligadas ao desenvolvimento industrial do país.


“O desenvolvimento industrial e econômico nacional impacta na oferta de produtos de crescente qualidade e segurança, podendo contribuir para tornar os serviços mais acessíveis e para o melhor resultado do uso da tecnologia”, afirmou Dirceu Barbano durante o lançamento.  


Ainda para o diretor-presidente da Anvisa, “é necessário e desafiador que a indústria nacional consiga inovar, ofertando as mais avançadas, acessíveis, seguras e eficazes tecnologias a partir das demandas de saúde brasileiras”. 


Barbano também abordou aspectos relativos às pequenas e médias empresas, para as quais, segundo ele, é preciso um olhar especial. “Elas têm capacidade de desenvolver produtos inovadores para terapia ou para diagnóstico, por exemplo. Se não forem estimuladas, não conseguirão inserir seus produtos no mercado”, destacou.


 Estudo prospectivo da ABDI (2008) demonstra que as pequenas e médias representam mais de 76% das empresas do segmento de equipamentos médicos, hospitalares e odontológicos.

Essas empresas são importantes num contexto que, segundo o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos, Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (Abimo), Franco Pallamolla, deverá alçar o Brasil a um dos cinco maiores produtores de equipamentos médicos do mundo até 2020. 


Para Mauro Borges Lemos, a sociedade ganha quando saúde e política industrial caminham juntas. O presidente da ABDI afirmou, ainda, “que as ações da Anvisa têm se transformado num grande legado para a sociedade brasileira na área da saúde”.  





Luana Cury