17 agosto 2010

CFF estuda publicação de Resolução sobre prescriçoes e suas repetições e quem ganha é o paciente.

CFF e CFM unidos pelo controle das prescrições
(Data: 21/10/2008)

A Secretária-Geral do Conselho Federal de Farmácia(CFF), Lérida Vieira, acompanhada do Consultor Jurídico da entidade, Antônio César Júnior, reuniu-se com a Comissão do Ato Médico do Conselho Federal de Medicina (CFM), na quinta-feira (16.10), para elaborar uma proposta de Resolução conjunta das duas entidades. A norma deve tratar de questões comuns à Farmácia e à Medicina na prescrição e aviamento de medicamentos, em farmácias com manipulação.
"O objetivo é pacificar e possibilitar o controle das prescrições médicas e o aviamento das receitas, respeitada a autonomia das duas profissões", afirma o Conselheiro Regional de Medicina de Alagoas e membro da Comissão, Emmanuel Fortes. Segundo ele, a Resolução, também, irá tratar da responsabilidade dos médicos perante o que prescrevem, buscando um compartilhamento de informações relativas a medicamentos, bem como o controle médico e farmacêutico do aviamento de prescrições de longa duração a pacientes crônicos.
Para Lérida Vieira, Secretária-Geral do CFF, a Resolução conjunta possibilitará o compartilhamento de informações e deve, ainda, minimizar o sofrimento dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). "Não é justo que pacientes crônicos tenham que marcar retorno com médicos, todos os meses, para revalidar a prescrição. Com esta nova Resolução, o farmacêutico terá a possibilidade e a autonomia de revalidar a prescrição médica durante o período determinado para o tratamento. Poderá, ainda, realizar o acompanhamento terapêutico e, quando houver necessidade, o farmacêutico encaminhará o paciente ao médico, até mesmo antes do término do tratamento ", completou a dirigente.

Fonte: CFF/CFM
Autor: Veruska Narikaw
(http://www.cff.org.br/#[ajax]noticia&id=88)